Pular para o conteúdo principal

Em Busca do Príncipe (Não) Encantado


Título: Em Busca do Príncipe (Não) Encantado
Páginas: 150
Autor: Alice Raposo
Ano: 2016
Editora: Independente 
Sinopse: Em busca do Príncipe (não) Encantado, é contado pela própria protagonista Maria Flor. No auge dos seus 25 anos vai passar férias no nordeste na casa de sua mãe Clara. A mãe manda a nossa Flor organizar “as tralhas” que ela deixou para trás. No meio dessa organização, ela encontra na antiga biblioteca os diários de quando era adolescente. Nesse ar de nostalgia ela chega a seguinte conclusão: “Achei tão legal reviver tudo e resolvi voltar a escrever um diário contando um pouco de minha história a partir dos quinze anos.”Maria Flor conta como foi os encontros e desencontros de uma adolescente apaixonada, que sonha em viver um conto de fadas. Nesse contexto, acontece o seu primeiro encontro com o garoto que para ela era um príncipe encantado! Mas como nem tudo são flores, ela vive um dilema de não saber quem é seu pai. Na busca desta descoberta ela acaba lendo um diário de capa preta, no qual sua mãe guardava seus segredos mais sofridos. Assim, nossa protagonista descobre um acontecimento muito triste na vida da sua mãe.No meio disso tudo ela tem seus amigos: Tiaguinho, Ângela e Aninha. Os quais ela chama de “quarteto inseparável”, os quais andam sempre juntos. Se você se encontrasse com um, era certeza que os outros três também estariam por perto, como ela mesma diz. Em busca do Príncipe (não) Encantado é um romance que começa numa segunda e termina na segunda seguinte. Dentro dessa pequena semana de muitas descobertas e acontecimentos na vida da nossa Maria Flor, há o seu baile de quinze anos no sábado. Em busca do Príncipe (não) Encantado nos deixa a certeza que a vida é um eterno aprendizado
Olá mochileiros! 

Hoje a resenha será de um romance, o tipo de livro que eu não costumo ler, mas que me prendeu bastante: Em Busca do Príncipe (Não) Encantado, da autora parceira Alice Raposo. 
O livro conta a história de Maria Flor, uma moça que aguarda pelos seus tão desejados 15 anos. E por seu príncipe encantado também. Porém, acontecimentos na vida de Flor, farão ela perceber que a vida não é bem como os contos de fadas que ela conhece.

Logo no começo do livro, somos apresentados ao mundo de Flor, à sua personalidade e às pessoas que participam de sua vida. Vemos, de cara, a mãe e o padastro dela. Padastro esse que Flor demora a aceitar por ciúmes de sua mãe. Temos Tiaguinho, seu melhor amigo; Aninha, uma amiga muito querida, mas que acaba perdendo a confiança de Flor; Ângela, também amiga, irmã de Gustavo, o rapaz que Flor achava que era seu príncipe encantado. 

Flor é uma menina sonhadora, mimada, mas de um coração enorme. Tudo muda na vida dela quando os seus tão esperados 15 anos chegam. Tudo está pronto para sua festa, seu príncipe parece ter chegado num cavalo branco, apaixonado. É aí que as coisas acontecem. 

A narrativa é feita em primeira pessoa, mostrando o ponto de vista dos personagens. A leitura flui super bem, é um livro calmo, mas cheio de polêmicas. Nunca julgue um livro pela capa! Muito menos pelo nome haha. "Em busca do príncipe (não) encantado" trata de assuntos que são considerados "tabus" de uma forma tão simples e natural, que é impossível não se apaixonar pela escrita da autora. 

O único ponto negativo que pude observar foi: o livro é curto, o que faz com que as informações sejam passadas de uma forma muito rápidas, o ritmo do livro é super calmo no começo, porém, dá uma acelerada no fim. MAS... Continua sendo um livro muito bom, e esse aspecto não faz o leitor deixar de entender nenhuma mensagem passada. Recomendado pra todos! Gostou da resenha? Tem alguma sugestão? Diz nos comentários! 
Não esquece de seguir o blog e o instagram xD

Comentários

  1. Livros curtos tem esse problema algumas vezes... Nem todos os autores conseguem trabalhar isso. Mas a capa é linda e parece interessante.


    Beijos, Carol
    Blog com V.

    ResponderExcluir
  2. Realmente, é raro encontrar um livro que, além de curto, passe as informações numa velocidade adequada.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Kiara

Título: Kiara Série: Entre Vidas Páginas: 319 Autor: Juliana Leite Ano: 2015 Editora: Lótus Sinopse: Kiara passou toda sua adolescência em Ávalon, estudando para se tornar uma sacerdotisa da grande Deusa. Porém, diante do assassinato de seus pais, ela se vê com uma imensa responsabilidade em seus ombros: ajudar seu irmão mais novo, Edímion, a governar Atlântida. Há mais de três mil anos a cidade era a joia do Mediterrâneo. Rica e próspera até despertar a cobiça dos atenienses. Quando a ilha é atacada novamente, Kiara se vê obrigada a buscar aliados, fazendo uma jornada das areias do Egito à Atenas e enfrentar personalidades poderosas. Com a ajuda de Leran, um encantador druida e de Dárien, um misterioso arqueiro. Entre Vidas I nos levará em uma aventura magnífica entre mitologias e lendas perdidas. Uma história onde uma princesa terá que virar uma guerreira para salvar sua família, seu povo e o grande amor de sua existência.

Dragões

Título: Dragões - amor, morte e dragões Páginas: 10 Autor: Patrícia Vahl Ano: 2017 Editora: independente
Sinopse: Uma vila é assolada por um misterioso monstro, só quem pode ajuda-los é o homem que é considerado o bêbado da vila. Ele poderá chegar ao fundo desse mistério e salvar a si mesmo?

Lençóis de Sangue

Título: Lençóis de Sangue, contos de amor vampiro Páginas: 75 Autor: Patrícia Vahl Ano: 2016 Editora: Independente Sinopse: Vampiros. Seres mitológicos e sanguinários que estão atrás de apenas uma coisa: Amor. Imagine viver por centenas de anos sem uma companhia, sem alguém que acredite nas coisas que você faz, sem alguém que o apoie em uma decisão difícil. Vampiros são assim, quando decidem que querem uma companheira fazem de tudo para conquistar, quando conquistadas eles as protegem de tudo e de todos. Sua fúria quando algo lhes acontece é algo fora do comum, para vampiros é claro. Uma mulher pode chamar um vampiro sem saber, uma mulher pode querer prazer e encontrar da forma mais estranha em um bar e uma escolha pode mudar tudo. Mas o que é o amor sem a luxuria? Sem o êxtase que é se envolver com um ser extraordinário que pode te levar a loucura com apenas um toque? Vamos nos envolver nestes Lençóis de Sangue e aprender que vampiros também podem amar.