Pular para o conteúdo principal

Apenas Respire

Título: Apenas Respire - Rock e Perfume: paixão no ar.
Páginas: 346
Autor: Rossana Cantarelli
Ano: 2016
Editora: Multifoco
Sinopse: Isabela Alencar é uma mulher jovem, independente e apaixonada por música. Na adolescência, seu irmão mais velho lhe apresentou às bandas de heavy metal. Após conhecer a banda Dawn Sunless e ser capturada pelo som da guitarra, decidiu estudar o instrumento. Já adulta, morando no Rio de Janeiro e trabalhando na Assessora Jurídica da Marinha, vê sua vida ser marcada por uma tragédia. Decide, então, largar a carreira jurídica e dedicar-se à docência numa faculdade de música do Rio. A partir daí, sempre apoiada pelos amigos Mila e Frederico, Isabela verá sua vida mudar completamente, com a aceitação da Dawn Sunless para sua pesquisa de doutorado. Ela embarca para Nova Iorque para passar três meses no estúdio com a banda. Chegando lá, conhece pessoalmente seu ídolo, o guitarrista Luc Bellucce. Com sinais sutis, tem início um despertar de sentimentos provocados por sensações intensas. Uma paixão que ela jamais pensou em viver novamente.



Olá mochileiros! 


Como muitos de você já sabem, eu não sou fãzona de romances, e, confesso aqui, que comecei a ler Apenas Respire achando que ia ser outro livro daqueles que não ia me gostar e me arrepender. Me enganei. Me apaixonei e até chorei no fim pelos personagens - uma pena que sejam só fictícios. 

A obra vai começar contando um pouco da vida de Isabela, uma mulher de 31 anos, que sempre foi focada na área jurídica mas que nunca esqueceu o seu grande amor: a música. Ela é professora de música e decide tentar estudar sua banda favorita para uma tese do doutorado: a Down Sunless. É aí que a montanha russa de emoções começa. Isa sempre foi apaixonada pelo guitarrista da banda, Luc Bellucce - não só por ele, muito pela guitarra também.

Com a oportunidade de trabalhar em Nove Iorque e com sua banda favorita, Isa prepara tudo e vai! Lá, ela sente os seus sentimentos por Luc aflorarem - um super astro do rock, lindo de morrer, mas casado. Sabendo que seria só de passagem, eles se entregam e rola um negócio louco (hahah, só lendo pra entender).

Depois de tantas idas e vindas, altos e baixos, a vida de Isa se estabiliza e ela tenta esquecer o que aconteceu e sua paixão pelo guitarrista bonitão. MAS, ela não podia achar que a vida ia ser assim tão simples, não é mesmo?! Um tempo depois, ela recebe uma ligação de Luc, e toda a Down Sunless, convidando-a para trabalhar na produção do novo álbum da banda - sim, ela já trabalhava como produtora aqui no Brasil - e Isa vai correndo fazer as malas e se manda para NY de novo!

Essa segunda viagem é ainda mais intensa. Ela chega lá com tudo planejado, mas nada sai de acordo. Na verdade, tudo acontece ao contrário. E o Jean aparece. De cara, shippei. Jean é tudo o que Isabela estava precisando naquele momento - e, por mim, pra sempre. A partir daí as coisas acontecem num ritmo mais rápido e intenso (isso, bem mais do que já era). Devorei o livro em dois dias, envolvida na história e nutrindo uma raivinha da Isabela.

Isabela foi aquela personagem que me deixou com raiva, ela é muito indecisa! Jesus! Ao mesmo tempo, gostei demais dela. Um livro que vai te dar vários sentimentos contraditórios, num bom sentido. Vou confessar uma coisa pra vocês: só gostei do Luc no finalzinho do livro hahah

Narrado em primeira pessoa, sob a perspectiva de Isabela, o livro nos conta de forma simples e leve como uma paixão e um perfume, podem mudar tanto a vida de alguém. Gostei bastante da forma que a Rossana pôs os acontecimentos, e o fato de os personagens serem mais maduros deixou a leitura bem mais interessante. E as músicas citadas no livro? Quando eu vi o nome Pink Floyd, surtei! Daria uma bela playlist...

O trabalho feito pela na capa e diagramação do livro é impecável. O que é essa capa? Passei umas duas horas só admirando. As folhas por dentro são brancas, digo isso por que muita gente só lê em papel amarelado... Mas isso, de maneira alguma, atrapalhou a leitura. Um romance que, sem dúvidas, entrou na minha lista de favoritos.

Se interessou pela obra? Adicione à lista de leitura no Skoob e conheça o Instagram da autora. E adquira o seu na loja online da Multifoco

Deixe seu comentário, ele é muito importante! Não esqueça de conhecer o instagram do Mochila Literária. 

Comentários

  1. Li só até o terceiro capítulo.
    Com sua resenha percebi que o rumo vai mudar.
    Fiquei curiosa com esse Jean. Hahahaha
    Vou continuar lendo, tô gostando.
    Beijos
    www.doceestante.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dayse!
      Tá esperando o que pra ler ele? Correeeee!
      E como a Rossana disse: Te prepara! hahah
      Beijos, Lorena

      Excluir
  2. Olá, Lorena
    Adorei sua resenha, principalmente porque te fiz gostar de um romance kkk.
    Realmente o Apenas Respire não é um romance padrão.
    Muito obrigada pela lindas e encorajadoras palavras.
    Que venha o próximo, né?
    beijos
    Ro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rossana!
      Eu que agradeço a oportunidade de ter lido o teu livro... Totalmente fora dos padrões, muito bom!
      Beijos, Lorena

      Excluir
  3. Olá, Lorena!
    Eu já tinha me interessado no livro, amo romance e, principalmente, quando a história tem algo envolvido com música, bandas... Ai o livro me conquista de vez kkkk' O que mais gostei agora lendo a sua resenha, é que o romance foge dos padrões que estamos acostumados a ver, gosto de romances, mas existem alguns que ás vezes me irritam um pouco x.x
    Esse livro já está na minha lista de desejados!
    E como sempre, garota você arrasando nas resenhas ❤

    Beijo, beijos
    relicariodehistoriasma.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aline!!!
      Eu não era fã de romance, nunca fui, mas estou aprendendo a dar uma chance a alguns livros... Que bom que gostou da resenha, e obrigada!
      Beijos, Lorena

      Excluir
  4. Oie Lo!
    Amei sua resenha. Eu gosto de romances, já ouvi falar desse livro e me parece bem interessante.

    Bjos Suh.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Suh!
      O livro é muito legal. É uma montanha russa de sentimentos haha Acho que você vai gostar dele xD
      Beijos, Lorena

      Excluir
  5. Oi! Amei a sua resenha, também não sou fã de romances (na verdade, amo e odeio o gênero), porque a maioria se prende a um mesmo clichê e raramente me emociona. Mas pela nota da Mari (uma das adms) e pelo que conversamos e o que vi em sua resenha, com certeza, é um desses romances que nos cativam e conquistam! Parabéns pelo post!

    Um beijo, Carol
    Blog com V.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol,
      Acho que, dentre várias pessoas, você é uma das que eu mais indicaria ler esse livro. Acredito que a história vai te prender, por não ser algo clichê...
      Beijos, Lorena

      Excluir
  6. A capa do livro já chama a atenção e a curiosidade para ler, e a resenha está linda !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jacque,
      A capa é linda, não é mesmo? Leia, vale a pena.
      Beijos, Lorena

      Excluir
  7. Oie moça! Tudo bem?

    Já estou tão acostumada a ler livros com adolescentes como personagens principais, que eu jurava que esse era mais um livro do tipo, mas me enganei! Não é de hoje que estou de olho nele, parece ter uma história muito boa e a capa então é linda demais! Irei procurar saber mais dele e quem sabe ler!

    Bjss

    ResponderExcluir
  8. Adorei a resenha. Parece realmente ser bom! Vou colocar na minha lista de leitura já!

    Beijosss!

    Agarotaqueleblog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Lo,
    Nunca tinha ouvido falar desse livro, mais gostei bastante da resenha, parabéns, como sempre você arrasando!!
    Beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Poker com o Diabo

Título: Poker com o Diabo Páginas: 106 Autor: Ítalo Guimarães Ano: 2016 Editora: Garcia Sinopse: O diabo esteve entediado em seu mundo, então decidiu fazer um jogo memorável: uma partida de poker! Selecionou a dedo seus adversários entre os residentes do inferno para que o jogo fosse perfeito. O prêmio? A liberdade do sofrimento eterno! mas quem conseguirá vencer o Senhor do Abismo? Sem trapaças... apenas a sorte.Nesta história de suspense e horror pessoal, descubra como a alma humana pode esconder segredos mais obscuros do que se possa imaginar.

Sophia, Alexia e o Mundo Além Daqui

Título: Sophia, Alexia e o Mundo Além Daqui Páginas: 298 Autora: Brenda Bernsau Ano: 2016 Editora: Jaguatirica
Sinopse: Uma caixinha de música quebrada. Foi o que Sophia e Alexia, duas crianças que vivem em um vilarejo afastado, herdaram da avó que as criou. Isso, e o forte vínculo que uma criou pela outra. O objeto, que inicialmente parecia inútil, mostra ser possuidor de grandes poderes quando as crianças conhecem Prisca, uma irmã da falecida avó. Através da magia da caixinha, ambas são transportadas para um mundo onde há dois sóis, criaturas fantásticas de todas as espécies e uma natureza impensável. No entanto, as irmãs acabam sendo separadas por forças maiores e, tendo de sobreviver uma sem a outra, elas enfrentam numerosos desafios. Sophia acaba por ser amaldiçoada e, para quebrar o feitiço, tem de coletar as melodias dos poentes, enquanto que Alexia perde a memória. E, para agravar ainda mais a situação, o mundo maravilhoso está em colapso. Agora, apenas se superando, contando com a…

Mulheres que Não Sabem Chorar

Título: Mulheres que Não Sabem Chorar Páginas: 210 Autora: Lilian Farias Ano: 2016 Editora: Giz Sinopse: A vida de Marisa é regida pelo controle. Seja à frente do seu trabalho ou da vida dos filhos, ela é racional, mantendo-se sempre fria, um ser à parte das banalidades, cuja única preocupação é ser um exemplo. Olga é sua antítese. Sentimentos à flor da pele, dor flagelando a carne, pensamentos embaçados pelo esquecimento proporcionado pelo álcool. Sozinha, preocupa-se em apenas ser, em um mundo cercado por fatos que não reconhece mais como seus. Enquanto isso, Ana e Verônica esbarram com o acaso. Duas senhoras solitárias, vizinhas e antagônicas. Será que um dia alguém acharia que poderiam viver em paz? Mais ainda, será que poderiam se apaixonar? Duas jovens livres e independentes. O que as impede de ficar juntas?  Mulheres que não sabem chorar é mais que uma história de amor entre iguais. Junto a estas personagens tão humanas, o leitor vê-se despido dos preconceitos, pudores e medos. Ora …