Pular para o conteúdo principal

Lançamento: Guerra da minha Rua

Título: Guerra da Minha Rua e outros relatos
Páginas: 76
Autor: Victhor Fabiano
Ano: 2017
Editora: Multifoco (selo Redondezas)
Sinopse: Imagine-se à mercê do próprio ódio. Madame Mórra sobrevive num casarão pouco desejado para a época, acariciando memórias e lembranças de sua época dourada: riqueza, fama, desejos e corrupção. Os quadros à parede documentam tal passado que nada condiz com o presente de miséria e solidão. Abusos, trabalho forçado e a destruição de seu potencial legado. Mórra resguarda em si o rancor das memórias feridas – convenhamos: há maior veneno letal do que estas feridas? Mórra, à companhia de seu gato, resguarda sua própria existência, nestes tempos de amargura, numa rua dominada por “gente comum”. E decide vingar-se. Pois bem: a guerra tem início para lavar a alma da ex-diplomata.

Olá pessoal, tudo bom com vocês?! 
Hoje eu vou falar pra vocês do evento de Lançamento da coletânea Guerra da Minha Rua, que vai acontecer quarta-feira, 20 de setembro, às 18:00. O evento vai acontecer na Casa das Rosas, um museu histórico em São Paulo.

O Victhor Fabiano, além de Guerra da Minha Rua, também já escreveu O Lavrador e o Plebeu, disponível para compra na loja online da Livraria da Travessa
Para quem quer saber mais sobre a tão procurada Madame Mórra, segue um gostinho (também disponível no site oficial):

"Filha do Conde Júlio Alfredo Mórra, cuja esposa fora assassinada um ano após o matrimônio firmado, assumiu-se como uma das jovens mais bonitas e produzidas para os padrões do século XVIII da sua cidade natal; trajada sempre aos modos das mais caras marcas da capital, esbanjava luxo para justificar a temível vida submersa na depressão de seu pai, afogado no pânico da perda de sua esposa.”
“O Ministro das Relações Internacionais nomeia por conseguinte Mórra, cujo nome fora assim em todo o tempo como diplomata, função esta que exerceu de casa para si, e para os cofres públicos assinando listas fantasmas de presença no Consulado Oficial. Eis também a corrupção que não se fala: a burguesia já em seu crescimento cuida muito bem de suas empresas na posse de seu sofá estofado: seu pai, comprando o título de Conde, caindo na invalidez decreto real que lhe oficializava Conde de sua vila, usurpava o restante do dinheiro oriundo dos antigos afazeres de modelo sempre-muito-bem-vestida-e-maquiada-e-um-pouco-violentada. Assim, Mórra torna-se diplomata de sua casa e vive muito bem, obrigado, por longos vinte anos sem ao menos negociar um conflito.”

O livro já está disponível para compra no site da Multifoco. Confira a página do evento no Facebook. Siga o Instagram e fique por dentro de tudo sobre o livro! 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Poker com o Diabo

Título: Poker com o Diabo Páginas: 106 Autor: Ítalo Guimarães Ano: 2016 Editora: Garcia Sinopse: O diabo esteve entediado em seu mundo, então decidiu fazer um jogo memorável: uma partida de poker! Selecionou a dedo seus adversários entre os residentes do inferno para que o jogo fosse perfeito. O prêmio? A liberdade do sofrimento eterno! mas quem conseguirá vencer o Senhor do Abismo? Sem trapaças... apenas a sorte.Nesta história de suspense e horror pessoal, descubra como a alma humana pode esconder segredos mais obscuros do que se possa imaginar.

Sophia, Alexia e o Mundo Além Daqui

Título: Sophia, Alexia e o Mundo Além Daqui Páginas: 298 Autora: Brenda Bernsau Ano: 2016 Editora: Jaguatirica
Sinopse: Uma caixinha de música quebrada. Foi o que Sophia e Alexia, duas crianças que vivem em um vilarejo afastado, herdaram da avó que as criou. Isso, e o forte vínculo que uma criou pela outra. O objeto, que inicialmente parecia inútil, mostra ser possuidor de grandes poderes quando as crianças conhecem Prisca, uma irmã da falecida avó. Através da magia da caixinha, ambas são transportadas para um mundo onde há dois sóis, criaturas fantásticas de todas as espécies e uma natureza impensável. No entanto, as irmãs acabam sendo separadas por forças maiores e, tendo de sobreviver uma sem a outra, elas enfrentam numerosos desafios. Sophia acaba por ser amaldiçoada e, para quebrar o feitiço, tem de coletar as melodias dos poentes, enquanto que Alexia perde a memória. E, para agravar ainda mais a situação, o mundo maravilhoso está em colapso. Agora, apenas se superando, contando com a…

Mulheres que Não Sabem Chorar

Título: Mulheres que Não Sabem Chorar Páginas: 210 Autora: Lilian Farias Ano: 2016 Editora: Giz Sinopse: A vida de Marisa é regida pelo controle. Seja à frente do seu trabalho ou da vida dos filhos, ela é racional, mantendo-se sempre fria, um ser à parte das banalidades, cuja única preocupação é ser um exemplo. Olga é sua antítese. Sentimentos à flor da pele, dor flagelando a carne, pensamentos embaçados pelo esquecimento proporcionado pelo álcool. Sozinha, preocupa-se em apenas ser, em um mundo cercado por fatos que não reconhece mais como seus. Enquanto isso, Ana e Verônica esbarram com o acaso. Duas senhoras solitárias, vizinhas e antagônicas. Será que um dia alguém acharia que poderiam viver em paz? Mais ainda, será que poderiam se apaixonar? Duas jovens livres e independentes. O que as impede de ficar juntas?  Mulheres que não sabem chorar é mais que uma história de amor entre iguais. Junto a estas personagens tão humanas, o leitor vê-se despido dos preconceitos, pudores e medos. Ora …